Bulavet

Milhares de bulas de medicamentos veterinários

OCTOCELL-VAC VACINA COMBINADA CONTRA A CINOMOSE, HEPATITE, INFECCIOSA, ADENOVIROSE, PARVOVIROSE, PARAINFLUENZA, CORONAVIROSE, LEPTOSPIROSE (L. CANÍCOLA E L. ICTEROHAEMORRAGIAE)

LABOVET PRODUTOS VETERINÁRIOS LTDA

Classes
Caninos
Registro
7095/99
Responsável Técnico
ÂNGELA CRISTINA DE OLIVEIRA LIMA - CRMV: 1408
Princípio(s) Ativo(s)

VAC. CINOMOSE

Fórmula

Composição:

A fração liofilizada é composta de suspensões virais vivas atenuadas de Cinomose, Adenovírus tipo 2, Parainfluenza Canina.

A fração líquida é composta pela associação da suspensão viral inativada de Coronavírus e suspensões bacterianas inativadas de Leptospira canicola e de Leptospira icterohaemorragiae.

Indicações

Contra cinomose, hepatite infecciosa canina e doença respiratória causada pelo adenovírus do tipo 2, parvovirose, parainfluenza, coronavírose e infecções causadas por leptospira canicola e icterohaemorragiae na imunização de cães.

Dosagem

Reconstituir a fração liofilizada com a fração líquida da vacina, agitando até a total dissolução da pastilha, administrar uma dose de 1 ml por via intramuscular ou subcutânea; se subcutânea as regiões preferidas são no flanco ou no dorso e se intramuscular, no músculo externo da pata traseira (glúteo).

Esquema de vacinações recomendadas:

Vacinação Primária: FILHOTES

Sabe-se que a presença de anticorpos da mãe interfere no desenvolvimento da imunidade ativa, por isso a vacinação deverá ser repetida conforme quadro abaixo:

1ª Dose..........6 semanas

2ª Dose..........9 semanas

3ª Dose........12 semanas

4ª Dose........16 semanas (opcional)

O ciclo de proteção oferecido pela vacina estará concluído 21 dias após a 3ª Dose Vacinal, porém recomenda-se a 4ª Dose como forma de reforço vacinal, o que irá aumentar em muito a produção de anticorpos em zonas endêmicas, porém quem poderá elaborar o esquema ideal é o Médico Veterinário que conhece as condições físicas e ambientais do animal.

Vacinação Seqüencial: ADULTOS

Revacinar anualmente com dose única de 1 ml.

Em caso de surto, o esquema poderá ser alterado à critério do Médico Veterinário.

Administração

Aplicar por via intramuscular ou subcutânea; se subcutânea as regiões preferidas são no flanco ou no dorso e se intramuscular, no músculo externo da pata traseira (glúteo).

Precauções

Somente vacinar animais sadios: A vacinação de animais enfermos, subnutridos, com alta carga parasitária ou submetidos à condições de stress, poderá comprometer o estabelecimento de uma resposta imune sólida e duradoura;

Usar preferencialmente seringas e agulhas novas, descartáveis e estéries;

Ao usar seringas e agulhas reutilizáveis, esterilizar em água fervente ou autoclavagem. Não usar produtos químicos;

Após reconstituição, vacina deverá ser aplicada em seguida. Usar todo o conteúdo. Não fracionar a dosagem recomendada;

Reação anafiláticas aplicar imediatamente adrenalina 1:1000;

O uso concomitante, ou nos dias que antecedem e sucedem a vacinação, com substâncias antimicrobianas e antiinflamatórias, poderá interferir no desenvolvimento e manutenção da resposta imune após a vacinação;

Queimar e enterrar os frascos após o uso;

Conservar a vacina liofilizada e a vacina líquida em temperatura de 2°C a 8°C. Não deve ser congelada;

Manter fora do alcance de crianças e animais domésticos.

Apresentação

Caixa acondicionadora com 15 doses – sendo 15 frascos de 1ml da vacina liofilizada + 15 frascos de 1 ml da vacina líquida (diluente).

Classe Terapêutica

VACINAS, CORANTES E DILUENTES (BIOLÓGICOS)

SAC
0800 703-1346