Bulavet

Milhares de bulas de medicamentos veterinários

TUBERCULINA PPD AVIÁRIA

SAA - INSTITUTO BIOLÓGICO

Classes
Aves
Registro
4.700/94
Responsável Técnico
Fernando do Amaral Noronha - CRMV: CRMV SP 0536
Princípio(s) Ativo(s)

TUBÉRCULO-PROTEÍNA AVIÁRIO

Fórmula

O Produto contém:

PPD Aviária...............................................................0,5mg/mL

Fosfato Monopotássico..............................................3,5mg/mL

Fosfato Dissódico......................................................5,7mg/mL

Glicerina................................................................123,0 mg/mL

Fenol......................................................................... .5,0mg/mL

Cloreto de sódio........................................................5,0mg/mL

Corante Poncedu 2R.................................................0,5mg/mL

Água bi-destilada....................q.s.p..........................1,0mL

Indicações

Teste para tuberculose aviária em bovinos, suínos e aves, bem como, para ser usada simultaneamente com a Tuberculina PPD Bovina em testes comparativos para diferenciar as reações inespecíficas de tuberculose.

Dosagem

5mL/50 doses e 10mL/100 doses

Administração

Em aves a Tuberculina PPD Aviária deve ser inoculada na pele de uma das barbelas. Em bovinos a Tuberculina PPD Aviária deve ser aplicada simultaneamente com a Tuberculina PPD BOvina. A inoculação deverá ser por via intradérmica no terço médio da tábua do pescoço ou na região da paleta. No terço médio da tábua do pescoço, a Tuberculina PPD Aviária deve ser aplicada a uma distância de 10cm do ligamento elástico do pescoço e 10 a 15cm abaixo desse ponto de inoculação deve ser aplicada a Tuberculina PPD Bovina. Na paleta, a Tuberculina PPD Aviária deve ser aplicada na região anterior e a Tuberculina PPD Bovina na região posterior a crista acromiana do omoplata. O local da inoculação deve ser demarcado pelo corte dos pêlos numa área de um quadrado de 4cm de lado. Deve-se medir a espessura de uma prega da pele com cutímetro ou paquímetro antes da inoculação com 0,1mL de cada uma das Tuberculinas PPD Aviária e Bovina. Em suínos a Tuberculina PPD Aviária também deverá ser inoculada simultaneamente com a Tuberculina PPD Bovina, na pele da base de cada uma das orelhas. A verificação das reações deve feita 72 horas após a inoculação das tuberculinas medindo-se novamente a dobra da pele no local da aplicação e utilizando-se a seguinte escala de interpretação para os aumentos da espessura:

TESTES SIMULTÂNEOS ..................DIFERENÇA........................... RESULTADO EM RELAÇÃO

Reações.............................................(mm)...................... ................ A TUBERCULOSE

TB menor que TA............................................................... ...................................Negativo

TB maior que TA..................................... 0,1 a 1,9...............................................Negativo

TB maior que TA..................................... 2,0 a 2,9...............................................Suspeito

TB maior que TA............................igual ou maior que 3,0.............................. Positivo

Nas aves a interpretação da reação positiva é a acentuada tumefação da barbela inoculada, em relação a outra.

Precauções

A Tuberculina PPD Aviária deve ser mantida sob a temperatura de 2º a 8ºC. Deve-se evitar o congelamento do produto.

Apresentação

Em frascos

Classe Terapêutica

TESTES

SAC
(11) 5572-8849