Bulavet

Milhares de bulas de medicamentos veterinários

FLUNIXINA INJETÁVEL U.C.B

UZINAS CHIMICAS BRASILEIRAS S/A

Classes
Bovino, Caninos, Eqüinos, Suíno
Registro
7.986/2.001
Responsável Técnico
Thaís Marino Silva Girio - CRMV: 17.469
Princípio(s) Ativo(s)

OUTROS

FLUNIXIN

Fórmula

Cada mL contém:

Megluminato flunixina . . . . . . . . . 83mg*

Veículo q.s.p. . . . . . . . . . . . . . . . . 1mL

( *equivalente a 50 mg de flunixina base )

Indicações

Bovinos de corte, Bovinos de leite, Cães, Eqüinos e Suínos

FLUNEXINA Injetável U.C.B é um antiflamatório não esteróide, não narcótico, com atividade analgésica e antipirética.
É indicado para EQUINOS (cólicas, distúrbios do aparelho locomotor), BOVINOS (diarréia do recem-nascido, distúrbios do aparelho locomotor, mastite aguda e crônica, no complexo respiratório bovino e paresia pós operatório). SUÍNOS (síndrome metrite-mastite-agalaxia, inflamação do aparelho locomotor) e CANINOS sempre que houver necessidade de combater a inflamação, dor e temperatura.

Flunexina Injetável U.C.B é também indicado nos casos de ferimentos e no pós-operatório destas espécies de animais.

Dosagem

Dosagem de flunixina base: Bovinos e Suínos: 1,1 a 2,2mg/kg.

Eqüinos: 1,1mg/kg.
Caninos: 1,0mg/kg.
Esquema de dosagem: Tabela (vide bula)

Administração

Administrar por via intramuscular ou intravenosa.

Precauções

-Aplicar com precaução em animais com ulceração gastrintestinal ou com desordens renal, hepática ou hematológica preexistentes.
-Evitar a associação com outras drogas antiinflamatórias ou com substâncias nefrotóxicas.
-Recomenda-se evitar o uso da droga em fêmeas prenhes ou empregar com máxima precaução e supervisão do Médico Veterinário.
-Não usar em fêmeas de bovinos em vias de preparação para vitela.
-Não usar em touros destinados à reprodução.
-Não pode ser usado em bovinos e eqüinos de corte.
-Não pode ser empregado em vacas leiteiras secas ou lactantes.
-É preciso cautela para evitar à administração intra - arterial de flunexina.
-Tomar o cuidado de não aplicar por via intra - arterial.
-Não aplicar em GATOS .
-É preciso cautela no uso de flunexina para o tratamento da cólica Equina. O Médico Veterinário precisa estar alerta aos efeitos mascarados potenciais da flunexina em equinos encaminhando-os à clínica.
Contra indicação :
- Não administrar em animais com problemas nefrotóxicos, cuja aplicação exige uma vigilância cuidadosa em tratamentos prolongados, devendo - se inicialmenta, avaliar o funcionamento dos rins.
Toxidade hematológica: Em razão da toxidade para a medula óssea a flunexina pode causar anemia, trombocitopenia e leucopenia; essas consequências são raras e parecem estar ligadas à sensibilidade individual.
Toxidade neurológica: A toxidade pode manifestar-se por sintomas nervosos: abatimento, convulsões, tremores e ataxia, esses sintomas são raros, requerendo cuidados por parte do terapeuta em relação às indicações, contra indicações e posologia para cães e gatos.
Período de Carência :
Leite destinados ao consumo humano: 36 horas após o último tratamento
Carne destinada ao consumo humano: 28 dias após o último tratamento.
Conservar em local fresco e seco, ao abrigo da luz solar e fora do alcance das crianças.

Apresentação

1 frasco-ampola com 10 ou 50mL.

Classe Terapêutica

ANTI-INFLAMATÓRIOS, ANTI-PIRÉTICOS, ANTI-ALERGICOS E ANALGÉSICOS

SAC
0800-16-00-24