Bulavet

Milhares de bulas de medicamentos veterinários

NOBILIS® ND CLONE 30

INTERVET DO BRASIL VETERINÁRIA LTDA

Classes
Aves
Registro
5275/95
Responsável Técnico
Dr. Leonardo B. R. Costa - CRMV: SP 15.790.
Princípio(s) Ativo(s)

VAC. DOENÇA DE NEWCASTLE

Fórmula

Cada dose contém no mínimo 10 6,5 DIOE 50 da cepa clone 30.

Indicações

Imunização das aves contra a doença de Newcastle.

Dosagem

Uma dose por ave.

Administração

a. Vacinação na água de bebida:

Após dissolução, o vírus da vacina é muito vulnerável e perde a sua atividade em poucas horas. Para que a vacina conserve todas as suas propriedades, deve- se respeitar as seguintes normas:

  1. Assegurar que a solução vacinal seja consumida num prazo inferior a duas horas.

  2. Sendo necessário, multiplicar o número de bebedouros. Estes, devem estar limpos (isentos de detergentes e desinfetantes). Não deve ser fornecida água de bebida 2 a 3 horas antes da administração da vacina.

  3. Deve-se utilizar água limpa, fresca, não clorada e não ferruginosa. Leite fresco, misturado em partes iguais com água, prolonga a atividade da solução vacinal.

  4. Durante a estação quente, a vacina deve ser administrada logo pela manhã bem cedo. A solução vacinal não deve ser exposta ao sol.

  5. Quando da vacinação de um grande número de aves, é aconselhável começar por dissolver apenas parte da vacina. Se a vacina for administrada através de um reservatório central ou de um distribuidor, devem ser tomadas todas as precauções necessárias.

  6. Em efetivos cujo número de aves esteja compreendido entre duas idades distintas, deverá ser usada a idade imediatamente superior.

  7. Dissolver cada 1000 doses em tantos litros de água quantos a idade da ave em dias, até um máximo de 40 litros para cada 1000 doses.
    b. Administração por spray de gota grossa, utilizando um pulverizador:

O pulverizador deve estar limpo e isento de quaisquer resíduos de desinfetantes, bem como de sedimentos ou corrosão. É no entanto, preferivel reservar um pulverizador só para a vacinação. São obtidos melhores resultados com atomizadores que produzem pequenas gotículas (os aparelhos de aerosol só devem ser usados desde que se saiba serem seguros para as aves). A pulverização deve ser feita sem corrente de ar e as cortinas devem ser mantidas fechadas por períodos não inferior a 3 minutos para cada mil aves.

Dissolver o conteúdo do frasco em água de boa qualidade (1 litro de água por cada 1000 doses). Pulverize com a vacina, de uma forma igual, o número correto de pintos, de preferência quando os pintos estão todos juntos e sossegados ao fim da tarde.

c. Vacinação spray de pintos de 1 dia:

Manter os pintos nas caixas, colocando-as em fila. Dissolver o conteúdo do frasco em água de boa qualidade (250 ml de água para cada 1000 doses). Usar um pulverizador manual, equipado com um atomizador que produza uma queda de gotículas como chuva fina. Distribuir a vacina, de uma forma igual sobre as caixas.

  • Todas as aves suscetíveis de um lote devem ser vacinadas ao mesmo tempo. Se isto não for possível, as aves vacinadas devem ser mantidas sob estrita separação.
Precauções

–Lavar e desinfetar as mãos após a vacinação.

–Inutilizar, pelo fogo ou por ebulição, a vacina restante.

–Vacinar somente aves sadias.

–Os frascos devem ser utilizados imediatamente após serem abertos.

Apresentação

Frascos de 1000, 2500 e 5000 doses e em embalagens coletivas com 10 frascos de 1000, 2500 e 5000 doses.

Classe Terapêutica

VACINAS, CORANTES E DILUENTES (BIOLÓGICOS)

SAC
0800 70 70 512