Bulavet

Milhares de bulas de medicamentos veterinários

BOVIGAM L

BAYER S.A.

Classes
Bovino
Registro
5038/95
Responsável Técnico
Cristina Caetano Medeiros Jorge - CRMV: (SP) 12022
Princípio(s) Ativo(s)

AMPICILINA

CLOXACILINA

Fórmula

Cada seringa plástica de 5 g contém: Ampicilina sódica .......................................... 75,00 mg Cloxacilina sódica ...................................... 200,00 mg Excipiente q.s.p. ............................................. 5,00 g

Indicações

Bovigam L é especialmente indicado em mastites causadas por _ Staphylococcus spp., _ Streptococcus _ spp., _ Corynebacterium _ spp., _ Pasteurella _ spp., Clostridium _ spp., _ Escherichia coli _ , _ Klebsiella _ spp., _ Salmonella _ spp., _ Proteus _ spp.

Dosagem

Aplicar por via intramamária 1 (uma) seringa de Bovigam L em cada quarto afetado, a intervalos de 12 horas, durante 3 (três) ordenhas consecutivas, podendo ser modificado a critério do Médico Veterinário. A continuação do tratamento por período não inferior a 48 horas após o desaparecimento do quadro clínico, pode ser necessária no controle de mastites crônicas associada com a interrupção da lactação (início do período seco).

Administração

Aplicação intramamária. Deve-se esgotar o leite do quarto da glândula mamária afetado e injetar todo o conteúdo de uma seringa através do canal do teto. Massagear suavemente o teto, de baixo para cima, para melhor distribuição do medicamento. Aplicar o produto introduzindo somente metade da cânula.

Precauções

Recomendações: Antes da injeção, deve-se limpar e desinfetar rigorosamente o teto, evitando contaminar a ponta da seringa plástica. Após a administração do produto, deve-se fazer aimersão do teto em uma solução desinfetante. Conservar em local seco e fresco, ao abrigo da luz solar direta e fora do alcance de crianças. Período de Carência: Para o abate dos animais é de 7 dias, e de 72 horas para a utilização do leite para o consumo humano. Contra-Indicações: Não deve ser administrado a animais com histórico de hipersensibilidade às penicilinas. Penicilinas e cefalosporinas podem causar reações de sensibilização, quando injetadas, inaladas, ingeridas ou após contato com a pele. A sensibilidade às penicilinas pode levar a reações cruzadas com cefalosporinas e vice-versa.

Apresentação

Seringas estéreis embaladas individualmente.

Classe Terapêutica

ANTIMICROBIANOS GERAIS; ANTIFÚNGICOS E ANTIPROTOZOÁRIOS (COCCIDIOS, FLAGELADOS)

SAC
0800-701-55-46