Bulavet

Milhares de bulas de medicamentos veterinários

Aviffa RTI®

MERIAL SAÚDE ANIMAL LTDA

Classes
Aves
Registro
8455 em 23 / 01 / 2003.
Responsável Técnico
Dra. Patrícia Schwarz - CRMV: 21.530
Princípio(s) Ativo(s)

VAC. RINOTRAQUEÍTE DOS PERUS

Fórmula

Cada dose da vacina

contém:

• Vírus atenuado de RTP e

SCI,

cepa VCO3,

mínimo.............. 102,3DICT50

• Excipiente q.s.p.................................

1 dose

Indicações

Vacinação de perus contra

a rinotraqueíte e vacinação de galinhas

contra a Síndrome

da cabeça inchada.

Dosagem

■ Perus

• Nebulização (via

respiratória):

No primeiro dia de vida

Para 1000 perus,

reconstitua o conteúdo

de um frasco de 1000 doses

em 1 mL de

água potável ou diluente

específico. Em

seguida dilua em 250 mL de

água potável

ou diluente específico.

Faça a nebulização

através do gabinete spray,

cuidando para

que fiquem suficientemente

juntas durante

a nebulização e os

próximos 15 minutos

para que a vacina seja bem

distribuída

No campo

Para 1000 aves reconstitua

o conteúdo de

um frasco de 1000 doses em

900 mL de

água potável ou diluente

específico e faça

a vacinação percorrendo o

galpão onde as

aves se encontram.

• Via ocular:

Para 1000 perus,

reconstitua o conteúdo

de um frasco de 1000 doses

em 1 mL de

diluente ocular. Em

seguida reincorpore

este volume no restante do

diluente ocular.

Administre uma gota (0,03

mL) da vacina,

no olho de cada ave.

• Água de bebida (via

oral):

Para 1000 perus,

reconstitua o conteúdo

de um frasco em 1 mL de

água potável.

Em seguida dilua em água

potável sem

anti-sépticos, de acordo

com a idade das

aves e em quantidade

suficiente para que

a vacina seja tomada

dentro de uma hora

após a distribuição (por

exemplo, um

volume de 15 litros para

1000 perus com

3 semanas de idade).

De acordo com o seguinte

programa:

Primovacinação

Antes de 3 semanas de

idade (na presença

de anticorpos maternos): 2

administrações,

de preferência no 7° e 21°

dias.

Após 3 semanas de idade: 1

única administração.

Reforço

Com 7-9 semanas de idade

No caso de criação de aves

com mais de

15 semanas e dependendo

das condições

epidemiológicas locais,

pode ser necessária

uma vacinação adicional de

reforço por

volta das 14 semanas de

idade.

■ Galinhas

Pode-se utilizar a via

ocular, e a oral (água

de bebida) descritas na

indicação para

perus.

A primovacinação é feita

por volta da

10ª semana de idade,

devendo ser

impreterivelmente seguida

de uma dose de

reforço com uma vacina a

vírus inativado

em adjuvante oleoso.

Administração
Precauções

Aplicar sob condições

assépticas.

Utilize material limpo e

sem anti-séptico

ou desinfetante no preparo

da solução

vacinal.

Incinerar o conteúdo não

utilizado e

descontaminar os frascos

vazios antes de

descartá-los.

Venda sob prescrição e

aplicação sob

orientação do Médico

Veterinário.

Utilizar somente o

diluente fornecido pelo

fabricante desta vacina

visto que, todas as

provas de controle da

qualidade foram

realizadas com o diluente

próprio.

Mantenha um registro das

vacinas e

diluentes utilizados.

Precauções

Proteger a vacina da

exposição direta aos

raios solares.

Manter fora do alcance de

crianças e

animais domésticos.

Conservar a temperatura

entre 2°C e 8ºC.

Não congelar.

Não associe a vacinação

contra

rinotraqueíte infecciosa

dos perus com

outras vacinações ou

procedimentos que

podem causar estresse.

Vacine apenas na ausência

de anticorpos

maternos ou na

primovacinação com duas

administrações da vacina.

Apresentação

Frascos contendo 1.000 ou

5.000 doses, embalados em estojos

contendo 10 frascos.

Classe Terapêutica

VACINAS, CORANTES E DILUENTES (BIOLÓGICOS)

SAC
0800 888 7387 / 0800 888 8484/ 0800 701 0450