Bulavet

Milhares de bulas de medicamentos veterinários

Provac 4 ACL - Vacina quádrupla inativada contra a Doença de Newcastle, Bronquite Infecciosa, Doença de Gumboro e Reovirose.

ZOETIS INDÚSTRIA DE PRODUTOS VETERINÁRIOS LTDA

Classes
Aves
Registro
5.109 em 23/05/1995
Responsável Técnico
Renato Beneduzzi Ferreira - CRMV: SP Nº 1.695
Princípio(s) Ativo(s)

VAC. REOVIROSE

VAC. DOENÇA DE NEWCASTLE

VAC. DOENÇA DE GUMBORO (VER DOENÇA INFECCIOSA DA BURSA DE FABRÍCIUS)

VAC. BRONQUITE INFECCIOSA

Fórmula

Contém, respectivamente, as cepas LaSota, Massachusetts H-120, Lukert, 1733 e 2408.

Cada dose do produto contém:

Vírus Newcastle, cepa La Sota, contendo 10 7,7 DIE 50 /dose;

Vírus Bronquite Infecciosa, cepa Massachusetts H120, contendo 10 6,9 DIE 50 /dose;

Vírus Gumboro, cepa Lukert, contendo 10 5,2 DICT 50 /dose;

Reovírus, cepa 1733, contendo 10 6,2 DIE 50 /dose;

Reovírus, cepa 2408, contendo 10 6,2 DIE 50 /dose.

Indicações

Prevenção da Doença de Newcastle, Bronquite Infecciosa, Doença de Gumboro e Reovirose.

Reforço da imunidade previamente conferida por vacinas vivas, visando a transferência de anticorpos maternos para a progênie.

Dosagem

Administrar a dose de 0,5 mL por ave.

Administração

Administrar por via intramuscular, no peito.

Esquema Geral de Vacinação:

Em galinhas reprodutoras pesadas, vacinar entre 18 e 22 semanas de idade.

Para melhores resultados no controle da Doença de Gumboro, uma segunda dose pode ser administrada durante o período de produção de ovos, ao redor da quadragésima semana. Em galinhas reprodutoras leves, vacinar as aves de reposição entre 14 e 16 semanas de idade.

Permitir que o produto atinja a temperatura ambiente antes de usar.

Agitar bem antes e durante o uso.

Esterilizar seringas e agulhas em água fervendo e desinfetar a tampa de borracha com algodão embebido em álcool antes de introduzir a agulha.

Durante a vacinação, substituir a agulha a cada 500 aves.

Precauções

Conservar à temperatura entre 2ºC e 8ºC. Não permitir o congelamento.

Venda sob prescrição e aplicação sob orientação do Médico Veterinário.

Uma vez aberto o frasco, usar todo o conteúdo.

Após o uso, incinerar os frascos e eventuais sobras.

Manter a vacina e os materiais usados no preparo e administração do produto fora do alcance de crianças e animais domésticos.

Não vacinar aves doentes ou parasitadas.

Não fracionar a dose recomendada.

Não vacinar durante os 21 dias que antecedem ao abate.

Reações pós-vacinais locais ou sistêmicas podem decorrer da administração de produtos emulsionados em óleo mineral. Nestes casos, os sinais clínicos mais frequentes incluem inchaço e granulomas no sítio de inoculação, inapetência transitória e desidratação. Técnicas impróprias de assepsia e vacinação podem levar à exacerbação dos sintomas. A inoculação acidental de emulsão oleosa no homem pode causar séria reação local. Neste caso, o serviço médico deverá ser advertido imediatamente sobre a característica do produto.

Apresentação

Frascos contendo 250 e 500 mL, correspondendo a 500 e 1.000 doses respectivamente.

Classe Terapêutica

VACINAS, CORANTES E DILUENTES (BIOLÓGICOS)

SAC
0800 011 1919